Mariel Fernandes

Sobre as estações

Imagem

Quando nasce uma estação é um acontecimento, um vão, um momento, uma celebração, é gol do Flamengo. Ficamos sabendo não exatamente quando a vida ressurge ou renasce, porque isso acontece um instante antes do fato ser percebido. É lenta a volta de um náufrago que honre seu acidente. Uma primavera leva tempo até que certos aromas fiquem claros, até que os dias fiquem mais longos e -em alguns casos, mais claros. Se entendi algo nas estações e nos sofrimentos é que são isso, uma coisa e outra, outra coisa e uma, anti-horários, um não calendário ou -como diria Veríssimo, o Tempo e o Vento. Então, nada mais havendo, acontece de você olhar longe e isso fazendo ver horizontes quando ninguém mais está vendo. Talvez seja miragem, náufragos precisam de algumas. Mas se não forem, encha o peito, grite com o mar e deixe que a primavera chegue. É o que as primaveras fazem: chegar.

Anúncios

3 comentários sobre “Sobre as estações”

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: