Os passos

Recebo, leio e ouço uma avalanche de passos. Parece que há uma receita mágica baseada em números, uma lógica matemática por traz da vida, Deus é um algarítimo. São as 6 coisas que você deve saber sobre o meu ipad. As 8 atitudes que fazem seu chefe sorrir. Os 50 filmes que você deve ver para poder visitar os 100 lugares que devemos conhecer antes de morrer. Tem os 90 livros a serem lidos depois de reencarnar e os 21 pratos típicos dos reis astecas. Acho que essa mania de reduzir as coisas ao seu mínimo começou com os mandamentos, cujo título original era As 10 Mais do Maioral. O cliente não aprovou o título, queria algo mais direto e… bem você conhece a história. Como perder 14 dias em duas semanas, 12,5 truques para ficar irresistível, 8 formas de fazer a prova dos 9, quem guarda tudo isso? E pra que? Não existe um resumo, tipo os 7 passos para aprender a caminhar.  Essa  é melhor notícia, a grande aventura, a felicidade geral da nação. Olha que sorte, a vida não pode ser terceirizada, tem de ser caminhada, vivida, explorada em seus subterrâneos e vielas. Sem um GPS existencial, somos obrigados a encontrar nós mesmos os rumos, desvendar os segredos, aprender a ler nas entrelinhas, evitando ruas escuras ou as iluminando. As marcas, rugas, rinhas e ruídos dos dias são o barulho das coisas respirando,  nem tudo é feliz, nem tudo é chorando. É possível viver na falta total de lógica, na carência absoluta de consistência e na impermanência de tudo, porque é isso que temos. É possível viver sem a auto ajuda resumida dos sábios de livraria. Guias e heróis são inaceitáveis e um afronta à nossa capacidade criativa. Não conheço as 21 respostas pra tudo, mas nenhum cego me orienta. Sei os 50 mil lugares para não ir porque estive neles e estou aqui para não contar a história.

Anúncios

Publicado por mariel

Desde 1959 tem sido assim

8 Comments

  1. “GPS existencial” é uma ótima expressão pra toda essa c…lhada de regras. “Dicas”, sei. Se eu fosse a Roma, pra que raios eu ia querer ver o Papa?

    Curtir

    Responder

    1. Muito menos depois que ele é um argentino, combinado?

      Curtir

      Responder

  2. Exato. Perfeito. Bingo!

    Curtir

    Responder

  3. Me lembrei na hora de um post que fiz: http://oliviaalves.wordpress.com/2013/05/26/o-que-eu-penso-sobre-as-receitas-prontas-para-viver/

    Adoro a dinâmica dos seus textos! Os exemplos, as comparações, e nesse caso adorei o “GPS existencial”! hehehe

    É, não tem jeito, fácil mesmo é perder 14 dias em duas semanas tentando executar essas receitas prontas!

    abraço

    Curtir

    Responder

    1. É o que penso, querida. Tenho certeza que você concorda que sem o GPS existencial a vida fica mais leve. Também adoro seus pontos e vistas

      Curtir

      Responder

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s