O lado sempre da lua

O lado sempre da lua

Autor: mariel

" Não quero viver comigo tempos mortos ". Essa tal de Simone, ela não é uma coisa?

13 comentários em “O lado sempre da lua”

  1. Caro Amigo,
    muito obrigado pela leitura e pelas palavras. Parabéns, sobretudo, pela bela combinação de poema e lua.
    Abraço.

    Curtir

  2. Preciso de um amor que me faça sentir tudo isso.

    :) … Bom começo de semana e não deixe de me visitar… Tenho novidades e conto com seu comentário (quando chegar-la você vai entender). )

    hUg!
    ★ André Hottër

    Curtir

    1. Querer o tal amor é metade do caminho. Ou mais. Vou lá já pra ler tuas novidades. Estranho não ter recebido, já que te assino. Mas vou lá sim. Super semana!

      Curtir

    1. Salve, salve, salve. Se é a tua cara, o dia está ganho e mais um luar nos aproxima das boas amizades que iluminam, hum? Adorei o entusiamo. E as tuas poesias lá no espaço cheio e não cheio de rimas.

      Curtir

      1. Salve! Essa espacialidade sem as fronteiras do temporal… que nos encharcam de luar e nos faz transbordar amores, amizades, cores e incolores. Eis os Adoradores do transfigurar das Dores.

        Curtir

Os comentários estão encerrados.