Tudo acaba em vida

Se não forem saltitantes, itinerantes e ávidas,que graça teriam as coisas havidas? É urgente que o nosso tempo aqui seja vívido, bem vivido, impávido colosso, (que emprestei do hino). Que tenha histórias pra contar a essa gente que duvida do poder da caminhada, do cheiro de terra molhada, do pão de queijo quentinho, de Romeu e Julieta, da existência do Opala, das reticências, das estrelas onde moram as fadas, que é possível gostar de subidas ou que o amor é tudo que não revida.

Habitar no morno é viver em uma sala escura, cheio de perdões a receber e colecionando dívidas. Adote uma polêmica, espalhe perguntas, pise na grama, cometa erros históricos, divirta-se, divida-se, divida. Almas são pipas de Deus, como poderiam se perder do amar ou dele estar à deriva? Portanto, aos razoáveis, o consenso, o previsível,as respostas do Google, o clima de Curitiba. Aos inconformados, os tombos e suas cicatrizes, suas glórias desconhecidas, seu momento mais pleno, a confiança restaurada e a alma revivida. Estamos diante de nós e da nossa humanidade. Nossos sonhos nos olham na esperança de se tornarem irresistíveis. Escuta Sartre: a humanidade inteira nos mira para definir sobre si mesma. Salte, ame, inspire, reforme. Acalme, ultrapasse, chame, venha, parta, realce, faça, peça, negue, cale ou diga. Que nada nem ninguém seja menor do que a vida.

Anúncios

Publicado por mariel

Desde 1959 tem sido assim

57 Comments

    1. Mas que coisa boa de se sentir

      Curtir

      Responder

  1. Que texto amigo, fora a capa, personagem insuportável ksksks, amei seu texto e este paralelo que faz com a palavra vida! Parabéns!

    Curtir

    Responder

    1. Você não gosta do escoteiro? Mas olha só. O garoto merece uma chance, tchê.

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

  2. Penso que precisamos colocar pra fora o que surge de nossos camarins de criação. Ainda estou caminhando e ler os seus textos me (re)animaram. Que a brincadeira com as palavras e os pensamentos continuem, particularmente, gosto disso. Um abraço!

    Curtir

    Responder

    1. Estamos sempre caminhando, não? Espero muito que sim. As palavras são uma coisa, sabe? Quando invocam, exigem publicação ou ficam rodeando, rodeando, rodeando. Melhor continuarmos. Vamos?

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

    1. Opa, opa, opa, desculpa a demora da resposta. Mas só vi agora. Que bom que seu coração azul gostou.

      Curtir

      Responder

    1. Então. Acredito muito no impulso que move a viva e as nossas experiências nela. Que bom que compartilhamos.

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

  3. Bonjour
    C’est mon ami
    L’ordinateur qui vas de cœur en cœur
    Grace aux petits mots d’amitié
    Qu’ils lui sont confiés

    Il est venu me demander
    Si je n’avais pas un cœur à honorer
    Je lui ai remis ce petit message
    Qu’il vienne le déposer sur ta page
    Même si tu habites dans le lointain

    Je sais qu’il en trouvera le chemin

    Bonne Année 2017

    Passe une très belle journée ou soirée avec ta famille à table , en ballade ou autre

    Si tu as quelques petits rayons de soleil dans la semaine profite de ceux-ci

    Gros bisous Bernard

    Curtir

    Responder

    1. Bonjour
      C’est mon ami
      L’ordinateur qui vas de cœur en cœur
      Grace aux petits mots d’amitié
      Qu’ils lui sont confiés

      Il est venu me demander
      Si je n’avais pas un cœur à honorer
      Je lui ai remis ce petit message
      Qu’il vienne le déposer sur ta page
      Même si tu habites dans le lointain

      Je sais qu’il en trouvera le chemin

      Bonne Année 2017

      Passe une très belle journée ou soirée avec ta famille à table , en ballade ou autre

      Si tu as quelques petits rayons de soleil dans la semaine profite de ceux-ci

      Curtir

      Responder

    1. Eu é que te agradeço por caminharmos juntos

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

  4. A muitos que vivem em cidades grandes não sabe o “cheiro de terra molhada, do pão de queijo quentinho, de Romeu e Julieta”,precisamos viver isso e muitos outros momentos bons,e nuitos estão longe ou nem passa perto,temos uma vida né nom?

    Curtido por 1 pessoa

    Responder

    1. Acho que passei longe do meu “muitos” pra”nuitos” kkkkkkk
      excuse!

      Curtir

      Responder

      1. Ora, ora, ora. Não tem problema

        Curtir

        Responder

    2. Super é, Vive. Alguém me falou ou li, não sei, que a vida não é feita das horas que passam, mas das lembranças que ficam. Um carinho pra ti.

      Curtir

      Responder

    1. Nitita, nitita, nitita. Você é uma bondade só.

      Curtir

      Responder

  5. Eu planejava copiar um trecho e compartilhar em rede social. Mas, no decorrer da leitura, senti que cada palavra caminhava tão próxima do que penso e tenho tentado viver, que preciso compartilhar o post todo, no final das contas. Obrigada pelo prazer da leitura.

    Curtir

    Responder

    1. Francine, às vezes é uma alegria comovida. Noutras tem uma fúria, como a vida. Há outras mais intensas, em que como a vida. O ponto é que em partes ou não, compartilhar é o que fazem as as almas amigas, hum?

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

    2. Eu consegui (com bastante dificuldade) eleger uma frase preferida dentre tantas incríveis:

      …”Nossos sonhos nos olham na esperança de se tornarem irresistíveis”… (Mariel Fernandes)

      Show, né? 😊
      Abs

      Curtido por 2 pessoas

      Responder

      1. Não sei quem é você. Então agradeço assim, no geral, querendo te dizer, no particular, o quanto agradeço o carinho.

        Curtir

        Responder

  6. Já reparou que as pessoas contemporâneas estão a fazer justamente o contrário de tudo isso? ra

    Curtir

    Responder

    1. Reparei, no sentido de consertar, em mim, rá.

      Curtir

      Responder

      1. Muito importante reparar em nós mesmos

        Curtir

        Responder

        1. Muito muito, Lunna querida

          Curtir

          Responder

    1. Christine, um abraço do tamanho da China pra ti.

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

  7. […] (um cara muuuuito criativo e com reflexões extremamente coerentes, diga-se de passagem) no blog dele (liiiiink!😛 ) e a publicação, além de dar outras sugestões, dizia “adote uma […]

    Curtido por 1 pessoa

    Responder

    1. Sou gaúcho. Temos uma polêmica. Adorei (como disse lá) o post. Vou pensar no tema

      Curtir

      Responder

  8. Saber viver é uma arte que bem poucos dominam. Muitos (a maioria) passam pela vida sem absorvê-la de fato. Outros, a assimilam tal qual veneno mortal. Eu decidi que quero viver plenamente com muita leveza na alma. E com o coração sorridente. Mesmo nos momentos mais tensos. Em minha visão, sempre temos a opção, a escolha. Eu escolhi ser feliz independente do que se apresente no caminho. E ler seus textos maravilhosos, foi uma das escolhas que fiz. Grata amigo!

    Curtir

    Responder

    1. Roseli, querida, só vi agora teu comentário, me perdoa. Muito concordo contigo e tenho um compromisso contra a mesmice em mim. Espero, de verdade, que a nossa amizade mantenha teu coração sorridente. Grato eu, por ti.

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

      1. Mariel não tenho o que perdoar. A vida da gente é corrida mesmo e nem sempre conseguimos colocar nossas leituras em dia nos blogues amigos. De qualquer forma, feliz em receber sua mensagem. Está vendo só? Já abri um sorrisão! ()

        Curtido por 1 pessoa

        Responder

  9. Que coisa linda! Que toda a vida seja festejada sempre!
    Beijo

    Curtir

    Responder

    1. Sempre, a cada passo, sempre querida

      Curtir

      Responder

  10. Mariel, meu amigo… quero esta vida plena… onde faço e refaço o que precisar… Vivo pra sentir e ser feliz… Vivendo e aprendendo. Sempre descubro maneiras lindas de se viver feliz com todas as inquietudes internas que trazemos dentro de nós em seus textos. Parabéns! Abs.

    Curtir

    Responder

    1. Bia, querida, estamos juntos nessa. É uma jornada rumo a nós mesmos. Caminhandinho, esse é caminho.

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

  11. […] Fonte: Tudo acaba em vida | Mariel Fernandes […]

    Curtido por 1 pessoa

    Responder

  12. Outro dia o mesmo verso em comentário, que é do Fernando Brant em “Conversando no bar”: Morri a cada dia dos dias que eu vivi”, sempre atual e denso sem ser névoa.

    Curtir

    Responder

    1. Querido você, tchê. E que, como sempre, captou o espírito da coisa. Precisamos ser vidas atravidas

      Curtir

      Responder

  13. Gostei demais amigo Mariel :-) um excelente texto para se terminar a noite e melhor ainda para começar um novo dia ☺👏👏👏

    Curtir

    Responder

    1. Jair, que bom querido. Que comecem, então, as festividades do dia pra ti, pra nós, pra todo mundo

      Curtido por 1 pessoa

      Responder

      1. Muito obrigado, amigo 🙌 :-) para todos nós ☺

        Curtido por 1 pessoa

        Responder

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s