José Saramago

Saramago, o do “Ensaio sobre a Cegueira”, tem contos deliciosos. Num deles, a frase da foto ficou abanando pra mim, se exibindo toda prosa e provocante. De bate pronto me ocorreu que ele quis dizer que é preferível gostar de ter do que ter que gostar. Depois me ocorreu que isso de “você quis dizer” é coisa do Google. Saramago é Saramago. Ele disse o que quis dizer. E eu gosto disso.

Autor: mariel

" Não quero viver comigo tempos mortos ". Essa tal de Simone, ela não é uma coisa?

22 comentários em “José Saramago”

  1. eu gosto muito!
    Fiz essa peça em um teatro escolar – lá para além da adolescência – e Saramago foi durante quase um ano, em diversos festivais, o ponto focal dos meus dias. lembro – me de uma frase crucial:
    Só num mundo de cegos as coisas serão o que verdadeiramente são.

    Nunca mais esqueci disso.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Temos uma atriz. Junte a isso mais o talento do Zé e venceremos o mundo. A não, ser, é claro, que ninguém. Aí faríamos um ensaio sobre a cegueira. Acho melhor parar de beber

      Curtido por 1 pessoa

  2. Daquelas frases que atracam no corpo numa segunda-feira, às 9h11… sei lá… autores sempre dizem o que querem dizer e o leitor é mais ou menos como o Google. rá

    bacio

    Curtido por 1 pessoa

Os comentários estão encerrados.