Feliz

Se alguém desejasse que eu estivesse feliz, diria que a infelicidade exige esforço e eu sou um preguiçoso. É preciso desesperança, um certo rancor, doses de mágoa e falta de amor. Essas coisas devem ser fáceis de ter (há tantos com tanto), mas difíceis de se desfazer (há tantos desejando mais). Então diria que sim, estou feliz por que não há muros e onde existem, pintamos de azul. A felicidade recebida é tanta, tão grande e aconchegante que o momento dura um instante eterno, se prolongando em afetos azulados. Receba o que há de repleto de sim e de teu: é infinito e sempre.

Mercedes diz que é triste. Não percebo assim, só vejo e sinto azul.

Anúncios

2 Replies to “Feliz”

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: