Mariel Fernandes

Vistas do meu Ponto

A hora H

Posso propor uma permuta com todos os deuses do tempo? Me agito e o que vejo se torna impreciso. Tenho hora, não sou quem fica, sou quem passa. Estanque, estou partindo por todos os lados e me torno um fractal, um quartzo, um momento silente e não calmo. Sorrindo, avalio o que me toca. Se abrem as paredes de um labirinto, onde vejo o amor que veio saindo, o amor do pleno vazio, o amor de volta partindo.

Anúncios

10 Responses to “A hora H”

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: