Requinte em poucos passos

Cheguei faminto depois de uma viagem longa, longa, longa. São 17:13 e meu lanchinho chegou. Depois continuo a história. São 21:35 e a hora do depois começa aqui. Cardápio? Um sanduba com pão francês, queijo minas, peito de peru, que estamos na páscoa e salaminho seria um pouco demais. Leio enquanto espero, passo os olhos, estudo o arco da história. Pra mim é um  encontro com quem está do outro lado da narrativa. O que faço é repartir essa história com alguém amado. Comento trechos, sugiro entendimentos quanto ao caráter dos personagens, é um romance dentro do romance. Por isso, entro vagarosamente nos desvios do pensamento, os fios, as meadas são tocadas com cuidado artesanal, é preciso capricho, postura e, principalmente, alma nessa hora. O tempo age enquanto abro as páginas, redescobrindo, relendo pelo prazer de rever um ponto aqui, outro ali, é o prazer do entendimento. Ou a surpresa renovada do sentimento. Ler é deixar que a vida entre gente a dentro. Que mexa, ame, amanheça. Cure, aproxime e se realize. Que se veja, que seja, que caminhe requintadamente para o feliz, para o aprendiz e para o real. 

 

O presente de hoje é o desejo que a felicidade chegue, sem condicionantes.

Anúncios

4 comentários em “Requinte em poucos passos

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.