Pontualidade

Nunca vi tantos carros nessa estrada, pensei enquanto reconheço que cheguei tarde e que, entre outras coisas, isso arde. Partir foi uma correria, portas e sinais fechando, o coração parindo razões pra ir. Quem inventou o pisca pisca, os sinais de alerta, a bateria de lítio, as coisas que passam? E se eu dissesse mais vezes, se mostrasse cicatrizes? É o que todos fazem e é justamente o que não posso fazer. Minha parte é o amar com vista pra paixão, é a união implacável e generosa, é o afeto atento que te vê, que nos tem e que não se distrai. Decoro os dias com isso ao teu lado, o amor é parte do tempo. Não tem como chegar atrasado.

Autor: mariel

" Não quero viver comigo tempos mortos ". Essa tal de Simone, ela não é uma coisa?

7 comentários em “Pontualidade”

Os comentários estão encerrados.