Respostas

Ulisses, rei de Ithaca.

Sempre achei achei que Deus vai querer fazer um high five comigo assim que eu chegar, entre afobado e distraído, olhando anjas e anjos, nuvens e o pessoal das harpas. Pelo sotaque e pelas coisas que vi acontecer, de brasileiro Deus não tem nada. E, como a maioria dos gringos, Ele não sabe onde o Brasil fica. Meu Deus, eu diria (mais fazendo um trocadilho tipo piada no céu), Você é mais bonito pessoalmente. Então viria a pergunta do Maiorial: “Você foi o melhor que podia?”. E eu responderia que não, mas que pelo menos não fiquei me achando Deus.

Levantei esquisito, o dia estava azul, um azul desses azuis que fazem suspirar as outras cores, que olham pra traz e mandam beijinhos de tão bonitão que era aquele azul. No caminho, passei por flores vira-lata e cães restritos a seus quintais. Ando sem pressa, condensado e sereno. Quando a emoção borbulha, viro gelo e assim fico, mirando o que há no horizonte, verificando mapas, confirmando rotas e espero pelo momento largo de me lançar a favor ou contra os ventos.

A vida vem servida em potes individuais, ainda que se possa experimentar aqui e ali o preciso e o precioso dos encantos, das paisagens, canções e pessoas como você, que não me passa desapercebida. Quero te trazer o alívio das notícias felizes, quem sabe seja possível a casa, o afeto e o retrievier das canções que nos oferecemos. Te falo no silêncio que calo, como te declaras nas ilhas onde não vais se não for comigo. Meu lugar é nós.

5 respostas para ‘Respostas

    1. Anna, espero que vc esteja bem. Tentando não ser invasivo, mas a tristeza a declarada por ti parece tão arraigada e constante. Não é minha pretensão trazer desânimo, são conversas com allminha que amo, algumas risonhas, outras não. Fiquei curioso. A gente se conhece?

      Curtido por 1 pessoa

  1. Claro que sim, querido! Por tuas e minhas linhas. Esse conhecer que é permitido aos distantes, conectados pelas telas cotidianas. Agora, já mais esporádicas, né?

    Lamento não termos nos conhecido pessoalmente. Conexões se dão no calor das mãos e no céu estrelado que é o olhar do outro. E não tivemos essa oportunidade.

    A tristeza tem me acompanhado com insistência, é verdade. Há tempos vivo com um rasgo que não cicatriza.

    Ah, essa alminha que é o teu amor! Que bonito, Mariel!! Amar e ser amado é a bênção maior neste plano. Vejo seus risos e, às vezes, queixas e me enterneço.

    Espero que minha manifestação – tão pessoal – não tenha criado qualquer embaraço ou problema pra Você.

    Sua pergunta me fez atenta. Vou evitar me manifestar. Não queremos interpretações equivocadas… Hum?

    Até!

    Curtir

    1. Quanto à tristeza que não cicatriza, pare de cutucar, ver se ainda dói, a tristeza tua me pareceu uma fidelidade ao que quer que tenha ocorrido. E o que quer que tenha ocorrido precisa te mostrar a ponte, a janela e a paisagem. Ou porque você conquistou isso ou porque merece

      Curtido por 1 pessoa

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.