Oi

Olhei pra tua janela, adormeci assim, olhando. Tentei ver momentos e movimentos, coisas acontecendo, você também adormecendo. Não imagine que passam desapercebidas tuas vindas. Elas são lindas em cada sentimento que geram, em todos os bilhetinhos que trazem. Aragem, aquela brisa fina que refresca dias quentes, eis você em tudo que nasce, cresce e vive em mim. É bom como um abraço sem desabraço. É sempre e simples assim.

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.