Penso que sim

Na parede da agência vazia, um moço feliz rabisca seus traços. Digo a ele que um grande poeta ensinou que a arte existe porque a vida não basta. Ele me responde que grafiteiros fazem rimas coloridas. Se fosse uma disputa, Ferreira Goulart teria meu voto. O dia inteiro o cheiro da tinta Pilot perseguiu os espaços vazios, acompanhado do som que acontece quando a pena sintética da caneta faz seu ziiiiizz contra a parede. O resultado ficou bom, melhor do que o registro inicial. O poeta tem razão. Só a vida não basta.

2 comentários

Deixe uma resposta