É real

Nossa árvore recebe visitas, como desse pai e seu filhote. É uma presença não que não passa desapercebida, principalmente se aquece. Será que alguém vai visitá-la nesses dias de corona? Ali guardo lembranças boas, minha saudade ganha colo, tiro sonecas e a vista do lago me acalma. Tento não pensar muito nos dias que se passam, nem naqueles que virão, ensinamentos da nossa amiga enraizada. Sinto falta, nossa, como sinto. Queria toca-la, então meditar um tantinho, ao final do que te amaria no anonimato de um afeto com tons amadeirados

8 comentários

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.