Repouso

A lua pra mim é mansa, no sentido de suave. Lembro da sua pedra, da bandeira americana fincada e do que me contaram sobre seu mar, chamado Tranquilidade. Toda rua é dela, todo escrito é teu, toda lua é cheia e me apresenta o riso que ilumina a sacada. Não vejo romances nela, gosto mesmo das fases, um lembrete do tempo que migra não porque passa, mas porque se vai de mim e, assim, me torno minguante.

Tuas vindas nunca passam desapercebidas. Isso não é um treinamento.

9 comentários em “Repouso

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.