Muro branco, janela azul

Não me olhe de longe, nem me suponha ou espere salvamentos, planos impecáveis, reféns liberados e movimentos milimetricamente precisos. Nada há de pronto nas sombras das minhas próprias árvores. O que existe é uma mesa e, em cima dela, fios, rolhas, arames, baterias de tamanhos variados, bons pedaços de pano, um pequeno manual, moedas, imas, alicate, chave de fenda, limão, água e a curiosa criatividade que nos pergunta o que fazemos com isso.

De longe não é possível ver, que dirá enxergar o que há de mais longe ainda. Não confunda isso com improviso, nem coloque em prateleiras comuns o material mais raro que existe em qualquer tempo escolhido. Não me olhe de longe, não é lá que vivo e não é lá que me mostro, mas nos dias reais, o que só acontece quando há dias reais. São feitos de feiras. De gente suada. Aspirando pó. Preparando viagem, enquanto se prepara café, vindo do trabalho, cerrando os olhos para enxergar melhor algo que naquela parede me intriga e que precisa ser arrumado.

Os caminhos não são mágicos pela natureza dos encontros. É a natureza dos encontros quem se encarrega de enfeita-los de magia. Nada nessa manga, lista de marcado na outra, um segundo a mais e tudo termina em desarrumação. Na rotina tem boleto, tem reunião de condomínio, tem destinos nas entrelinhas e ninho onde o cotidiano vira todo tipo de conversa ou silêncios aceitos como necessidade.

Não me conte de longe, me aponte, guie, indique, desarme. Resista, responda, remonte, caminhe, vá, volte e venha com gestos pequenos, doses de boa vontade, a muito a fazer, afazeres, nada está pronto e essa é melhor notícia.

Não me olhe de longe, onde posso ser o que aprouver. Bom, míope, pequeno, perfeito, impar, dentes bons. Nem se trata de ser normal, de perto (diria Caetano) ninguém é. Essa a grande vantagem: querer ser anormal de perto, na lida, planto o real da vida. ***

Publicado por

Mariel

Vale o que está escrito

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.