ovos de serpente

Bolsonaro e Lula não são antagônicos. Tentar fazê-los representes de direita, esquerda ou qualquer outro viés ideológico, como vejo, é ignorar uma agenda gigantescamente maior e muito menos interessada sobre de que lado se sentam os burgueses e os trabalhadores braçais.

Bolsonaro é um ex-militar, saído sem honras de lá. Nega as torturas, exalta os torturadores, afirma que deveriam ter sido mortos pelo menos 30 mil ativistas no Brasil (como fez a Argentina) é amigo de assassinos, mora no mesmo condomínio do miliciano envolvido na morte de Marielle, sua mulher recebeu uma grana do Queiros, que teoricamente devia ao Bolsonaro pai. O mesmo Queirós da rachadinhas, o mesmo que foi acobertado pelo advogado do presidente. Bolsonaro, o sujeito que compra casas, apartamentos, carros e paga tudo em dinheiro vivo. Bolsonaro, o cara que mexeu mais de 10 vezes no comando da Polícia Federal. N˜ão, Bolsonaro, não está ok isso daí.

Ele condecora matadores profissionais,  pergunta por quanto tempo vamos chorar feito maricas pelas mortes na pandemia, troça dos mortos, diz que não é coveiro para conta-los, faz da atração pela morte um mote de campanha, a arminha, o nojo, o escárnio, o desprezo por negros, mulheres, pobres e humilhados em geral.  Não é por tirar investimentos da educação, sa´úde, cultura, ciência. Por gastar milhões em cartões corporativos para férias e descansos enquanto gente que votou nele morre solenemente ignorada. Por ter condenado dezenas a morte por sufocamento no Amazonas, onde as pessoas faleciam porque não havia oxigênio e o ministro do Presidente não aceitou o produto oferecido pela Venezuela. Ele poderia ter salvo centenas, mas a atração por morte e o desprezo pela vida falaram mais alto.

Depois das demonstrações probatórias de pouco caso, corrupção, incompetência e roubo expostas na CPI do Covid, sinceramente, não sei como não estão todos presos.

Tosco,  com capacidade cognitiva ofuscada e cercado por uma uma turba de bajuladores, bêbados, encostados, miliantes, gente da pior espécie de intensões, eis sua habilidade maior: nos dividir entre apoiadores de um circo de horror, onde morrem pessoas e opositores cuja opção é o abraço com o atraso.

É o que penso de Lula, o atraso com carisma. A mentira autorizada. A tristeza vencendo a esperança. O que é pior? Pior é saber que seja quem for o vencedor (acho que será o Lula), há mil tons de cinza para o que enfrentaremos. Lula passará 4 anos dizendo que foi injustiçado e não foi. Há indícios claros de (no mínimo) sua conivência com o esquema de assalto ao Brasil. Lula quase foi pego, ainda que chegasse a ser preso. Acontece que um juiz  de primeira instância cometeu faltas graves no processo, junto com um procurador sempre falante demais, vaidoso demais e usuário demais do Telegram. Ambos tentam se candidatar e amealham a humilhação de andarem agora ao lado  de pessoas de quem qualquer um protege a carteira, quando perto.

Há claros sinais da presença do crime organizado em atividades empresariais diversas, mas não só ali. Por anos, o crime bancou estudos de acadêmicos nas mais diversas hostes do conhecimento. Estão agora nas assembleias, no congresso, no judiciário e obviamente no executivo e nas forcas armadas, sempre tão orgulhosas de si mesmas. O crime está vencendo licitações enquanto vende drogas, cita Kant durante festas estranhas, regadas a vinho de gosto duvidoso e Cinzano original. Um dia perguntaram a um especialista qual seria o futuro da nossa democracia. Ele respondeu que dependeria  de qual seria o futuro dos torturadores. Aqui, eles foram anistiados e hoje desenterramos mais dois corpos. Um repórter inglês e um indigenista brasileiro foram brutalmente mortos, depois queimados e esquartejados. O nojo que as declarações desse bicho que está na presidência deu, tiveram o condão de me trazer lembranças amargas e passo mal.

Como é possível que se admita a possiblidade de votar em alguém assim? Por outro lado, como erramos tanto a ponto do Lula não ser uma alternativa, mas aparentemente a única alternativa entre os humanos do Brasil? Lula é um péssimo recado que daremos para nós mesmos. Mas votar no Bolsonaro é escolher a barbárie, a milícia, o engodo, a baba no canto da boca, a aniquilação física do que for contrário, sempre com requintes de crueldade. Bolsonaro é um ovo de serpente incontrolável. Não o aquecerei em minhas mãos. 

***          

Publicado por

Mariel

Vale o que está escrito

6 comentários em “ovos de serpente”

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.