Aromas do caminho

Li não sei onde, a informação me surpreendeu muito. Dizia que os cães não sabem que estamos chegando. O que eles percebem é o tempo que estivemos fora. Isso acontece à medida em que os aromas associados a nós vão desaparecendo no ambiente. 

E se acontecer o mesmo entre os humanos, mas de um jeito um pouco diferente? Os aromas seriam as ausências. A falta de presença. O desaparecimento das essências que garantiam sentido a uma jornada, os esforços e renúncias. O laço que unia, as diferenças que aproximavam, o jeito de entrar e sair do carro.

Claro, pessoas mudam. Se interessam por outras coisas. Nos deixam. Vão. Se perdem. Se encontram. Lutas ou se rendem. Vivem. É nesse movimento, tão natural quanto imprevisível, que somos outros no dia seguinte aos dias que seguem, aquele tanto que que poderia ter sido. Deixamos para trás muita coisa quando seguimos em frente. Isso gera algo menor do que saudade, maior do que lembrança. É na fricção entre o real e o sonhado que nos alteramos, amadurecemos, olhamos para outra direção ou deixamos de ser a direção para a qual se olha. Entender isso, quem sabe, explique a alegria dos cães ao nos ver voltar. É uma comemoração. Não pela reestreia de um aroma que se foi, mas que agora está de volta. Trata-se da confirmação de uma confiança no aroma que há na certeza dos retornos. Entre os humanos não tem como ser igual. O que partiu, se vai. O que fica, parte-se em contorcionismos para vencer ausências. Se alimenta da felicidade imaginada, dos encontros não idos, das festas inacessíveis àquela vida. Não divide o sol se pondo. Não conta do filme visto. Não comenta o livro riscado em suas partes mais exaltadas. Não toca. Não presencia, silencia. Ao mesmo tempo, lembra. Reinicia. Se concilia, remenda e caminha. Estar no mundo é perder-se em seus encontros. ***

Publicado por

Mariel

Vale o que está escrito

Estou adotando comentários. Deixe o seu aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.