Vamos?

Essa bicicleta está parada em um bar cool da cidade. É um bom lugar de se estar e olhando pra ela, notei que as nuvens refletidas no vidro a levavam para o céu. Foi um fim de tarde preguiçoso, uma lua estonteante apareceu como que sugerindo o cenário dos próximos dias.

É o que desejo do fundo da alma: transformar tudo aquilo que vi, em um tempo azulado e cheios de afetos que a gente se entregue.

Skank é uma das bandas mais queridas de todos os tempos. Samuel é o anti astro que arrasa, mas o grupo todo é bom para iniciar o dia ou, no nosso caso, a semana. Vamos?

O que há com a gente?

Hoje não tem presente. Estamos todos de castigo. Há coisas que não se faz, simplesmente não se faz. Respeite o ciclista, o dentista, o frentista, a diarista, o massagista, o roteirista, o ambientalista, o oposicionista, o lulista, o bolsonarista, o vigarista, o moralista, o cubista, o desenhista, o enxadrista e tudo nos pontos de vistas. Se isso for incompreensível, fique em casa, apenas fique.